Lar doce lar

Com o passar dos anos descobri o quão relativo é essa questão de casa/lar. Moro em Natal/RN há 6 anos, porém nunca me senti completamente “em casa”. Não que eu não goste da cidade, mas sempre me sinto um extraterrestre invasor quando estou lá. Contudo, sempre quando venho pra São Paulo tenho a sensação de estar voltando pra casa. É até meio louco falar isso, mas me sinto muito mais seguro aqui do que em Natal. 
Nasci em Manaus, mas com um mês vim morar em São Paulo e fiquei aqui até os 11 anos. Todas as minhas lembranças de infância estão relacionadas à essa cidade, e sempre que estou aqui me sinto abraçado, acolhido, sabe?! Já viajei bastante na vida, mas é aqui que me sinto fazendo parte do lugar. Dizem que sua casa é onde seu coração está, mas eu vou mais além: sua casa é por onde seu coração dói. Meu coração está em Natal, mas dói de saudade toda vez que penso em São Paulo. Minha casa é em São Paulo.
Encerro esse post com uma versão maravilhosa de uma música das minhas músicas preferidas da Camille, Home Is Where It Hurts. Espero que vocês curtam, bom final de semana! =)

Post Author
Ianarã Bernardino
Ataco de Diretor Criativo, Designer & DJ. Também ataco de astrólogo (pros amigos) e de master chef (quando tô de bom humor). :)

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *