5 cantoras francesas incríveis que você precisa ouvir

23 de agosto de 2016

Que música é uma das minhas paixões já é fato mais do que comprovado, e descobrir novos cantores, cantoras e bandas também. Porém, às vezes, eu descubro certas preciosidades e acabo esquecendo de compartilhar com vocês, por isso resolvi fazer essa listinha. Nela estão 6 cantoras incríveis que cantam em um dos idiomas mais sensuais do mundo: o francês. Apesar de a língua ser a mesma, vocês perceberão que elas tem sonoridades e estilos bem diferentes. Então a dica é: ouça cada uma com muito amor que com certeza você vai acabar curtindo uma delas. 😉

Camille

Foi a primeira cantora francesa que eu me tornei fã a ponto de comprar CD e tudo. Camille Dalmais, ou somente Camille, nasceu em Paris e lançou seu primeiro álbum em 2002, o maravilhoso Le Sac des Filles. Colaborou e colabora com vários projetos paralelos, dentre eles a banda Nouvelle Vague, do Marc Collin, que faz versões em bossa nova de músicas de rock dos anos 80, além de trilhas sonoras de filmes, como para Ratatouille, de 2007, e The Little Prince, de 2015. A partir do segundo álbum, o Le Fil, de 2005, ela começa uma fase mais conceitual em sua carreira, o que faz com que ela fique conhecida com a Björk francesa. Ela tem um trabalho vocal incrível (como dá pra notar no vídeo abaixo). Tem como não viciar nas músicas da Camille?! ♥

Yseult

Yseult Onguenet é uma das mais novas da lista. Ela começou a cantar profissionalmente aos 15 anos, fazendo backing vocal para alguns artistas. Em 2013 participou do Nouvelle Star, a versão francesa do American Idol, porém não levou o título pra casa, ficando com o segundo lugar. Mas como um talento desses não se deixa passar a Polydor assinou contrato com a moça logo em seguida. Em 2015 ela lançou seu primeiro álbum homônimo com uma pegada eletro pop delicinha de ouvir. E como se não bastasse ela ainda diz que suas inspirações são Florence & The Machine e Solange Knowles. Tá, já pode abrir a filial do fã clube no Brasil?!

Yelle

Essa marcou a minha adolescência com os megahits A Cause Des Garçons e Je Veux Te Voir que, antes mesmo do Jeremy Scott pensar em ser engraçadinho na Moschino, já animavam as matinês alternativas com a galerinha copiando os looks da Yelle e, principalmente, dançando o tecktonik, a dança que tranformou A Cause em hino de uma geração #sdds. A banda (sim, é uma banda!) foi fundada por Julie Budet (Yelle) e  Jean-François Perrier (DJ GrandMarnier). Com o primeiro álbum de estúdio lançado em 2007, eles trouxeram um som eletrônico com uma forte pegada 80’s e muito, muito humor e sarcasmo, característica que eles mantém até hoje. Atualmente eles são contratados da Kemosabe, a gravadora do polêmico Dr. Luke, e mesmo sendo de uma gravadora americana eles continuam gravando em francês, o que eu particularmente acho incrível.

Ba$$in

A Cause Des Garcons (Tepr Remix) [Tecktonik Version]

Shy’m

Tamara Marthe é praticamente a Beyoncé francesa. Não pela ostentação e performances sensualíssimas, mas por ser considerada uma das maiores cantoras francesas do século XXI. Ela é conhecida por Shy’m desde o lançamento de seu primeiro álbum, em 2006. Desde então são 10 anos de carreira e 5 discos, sendo o Caméléon de 2012 um dos mais consagrados pela crítica – apesar de eu gostar muito mais do Prendre l’air, de 2010, que tem o meu single preferido dela: Tourne. Recentemente ela lançou um CD intitulado À nos dix ans, com uma coletânea dos maiores sucessos da carreira dela. Quem pode pode, né non?

Zaz

Isabelle Geffroy, mais conhecida como Zaz, faz uma mistura incrível entre música francesa, jazz e soul. Lançou seu primeiro álbum em 2010 com uma vibe bem boêmia, o que a lançou para o sucesso quase imediato com o single Je Veux. Desde então ela já lançou 3 álbuns de estúdio e se prepara para lançar seu primeiro trabalho ao vivo. Inspirada por cantoras de jazz como Ella Fitzgerald, alguns franceses dizem que ela é a nova Edith Piaf, enquanto outros acham loucura compará-la com a tradicional francesa. Fato é que ela é talentosíssima, dona de uma voz singular e tem uma legião de fãs que, independente de comparações, vão continuar amando o trabalho dela.

Fotos: Reprodução

 

By Ianarã Bernardino

Apaixonado por moda, música e tudo que é novo e interessante. Diretor Criativo, Stylist, & Designer.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *