3 reality shows que abriram as portas para as Kardashians

Amando ou odiando, uma coisa é certa: as Kardashians se tornaram as rainhas dos reality shows mundiais. Há quem diga que não tem taaanta realidade assim, porém o sucesso dessa fórmula “câmeras seguindo a minha vida” é inegável. Mas muito antes de Kim, Khloé, Kourtney & Cia colocarem suas carinhas cheias de contorno nas televisões houveram outros realities no mesmo formato. E eles também elevaram suas participantes ao status de inspiração para muitas pessoas por aí, seja pelo estilo (muitas vezes duvidoso), seja pela personalidade ou apenas pra rir das situações que elas passavam. Inclusive peço ao Netflix que coloque os três no catálogo o quanto antes! ♥

The Simple Life

the-simples-life
Nós não temos nada, nenhum dinheiro, nenhum cartão de crédito, tudo o que temos a oferecer é nós mesmas!

Lançado em 2003 (há 15 anos!), ele trazia como protagonistas as melhores amigas de infância Paris Hilton (herdeira dos hotéis Hilton, freenemie da própria Kim Kardashian e DJ) e Nicole Richie (filha do cantor Lionel Richie, dona da House of Harlow 1960 e da Winter Kate e meu xodó hahaha). No reality show elas eram levadas para locais onde não havia acesso aos mimos e mordomias a que estavam acostumadas. Elas faziam trabalhos mal-pagos para conseguir dinheiro e se relacionavam com pessoas que não tinham a mesma situação financeira que elas. Ou seja, a ideia era tirar as princesinhas do castelo e fazê-las viver uma vida simples. A série durou 5 temporadas.

O babado: Antes das gravações da quarta temporada as duas brigaram feio e terminaram a amizade publicamente.  Isso fez com que a Fox, então detentora dos direitos do reality, cancelasse a produção. O canal E! prontamente comprou esses direitos e continuou por mais duas temporadas, sendo a quarta gravada com Paris e Nicole separadas. Na quinta elas retomaram a amizade e voltaram a gravar juntas.

The Hills

The-Hills

Com a primeira temporada indo ao ar em 2006 pela MTV americana, foi em The Hills que aprendemos a amar nomes como Lauren Conrad (a personagem principal, por assim dizer), Heidi MontagWhitney Port e Audrina Patridge. A série acompanha Lauren indo para Los Angeles para cursar moda no Fashion Institute of Design and Merchandising. Além disso, ela faz estágio na Teen Vogue e tem uma vida social agitadíssima. No reality ela divide os holofotes com Heidi Montag, com quem divide o apartamento; Whitney Port, que ela conheceu durante o estágio; e Audrina Patridge, sua vizinha.

O babado: Esse reality show é um spin-off da série Laguna Beach: The Real Orange County, que acompanhava adolescentes ricos que frequentavam o Laguna Beach High School. Laguna Beach era narrada pela própria Lauren e durou três temporadas (de 2004 a 2006). Alguns participantes aparecem posteriormente em The Hills, como Kristin Cavallari Lo Bosworth, amigas de classe da Lauren.

The City

The-City

Em dezembro de 2008 foi ao ar o primeiro episódio de The City. Focado na vida de Whitney Port quando ela largou Los Angeles (e The Hills) e foi morar em Nova Iorque. Já na Big Apple ela começou a trabalhar para Diane von Fürstenberg (DvF para os íntimos, haha). Logo sua rival de trabalho Olivia Palermo também ganhou foco e começou a roubar a cena. Apesar de não ter feito tanto sucesso nem ter durado tanto quanto The Hills, essa série teve tanto drama e moda quanto sua anterior, elevando suas personagens principais ao status de It Girls da época.

O babado: A série era extremamente criticada por parecer muito mais fake do que sua série-mãe, The Hills. Tanto que a própria Olivia falou diversas vezes que ela não era “a vilã” que era retratada nos episódios. Além disso, muitos funcionários da DvF falavam que a Whitney “não trabalhava de verdade” e que também “mal parava no escritório”.

Fotos: Reprodução

Post Author
Ianarã Bernardino
Diretor Criativo, Stylist & Designer. Às vezes ataco de DJ, escrevo bastante e cozinho muito bem. :)

Leave A Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *