Comecei a tocar em festas e eventos em Natal desde 2012. Criei o Morbid Glamour para ser uma espécie de “alter ego” nas baladas em que eu tocava, que viveu até o ano de 2017. Já toquei em locais como Casanova Ecobar, Vogue Natal, Donana JP, abri o show da cantora Gretchen em João Pessoa, além de participar de festas como Grea! e Debulha e encontros de estudantes em universidades como UFRN e UFPB.
Como DJ, gosto de tudo, misturando várias referências e ritmos, imprimindo uma personalidade única em cada set. Com base na música eletrônica, faço misturas que vão do pop ao tecnobrega, do indie ao metal, sempre prezando pela criatividade, atualidade das músicas, performance e presença de palco, além do visual e da interação com o público.