Hécate, a distante, deusa dos caminhos e encruzilhadas, da magia e da bruxaria, rainha do submundo, matrona das feiticeiras. Representada ora com três corpos ora com um corpo e três cabeças, leva sobre a testa uma tiara com a crescente lunar, uma ou duas tochas nas mãos e serpentes enroladas em seu pescoço. Suas três faces simbolizam a donzela, a mãe e a anciã. Senhora do visível e do invisível, aguarda na encruzilhada e observa: o passado, o presente e o futuro. Ela não se precipita, aguarda o tempo que for preciso até uma direção ser tomada. Ela não escolhe a direção, nós escolhemos. Ela oferece apenas a sua sabedoria e profunda visão, acima das ilusões.
Hécate nos ensina que o caminho que leva à visão sagrada e que inspira a renovação passa pela escuridão, o desapego e a transmutação. Ela detém a chave que abre a porta dos mistérios e do lado oculto da psique. Sua tocha ilumina tanto as riquezas quanto os terrores do inconsciente, que precisam ser reconhecidos e transmutados. Ela nos conduz pela escuridão e nos revela o caminho da renovação.

Ficha técnica

Direção Criativa e Styling
Ianarã Bernardino
Fotografia
Lucas Haddad
Modelos
Joyce Dominic e Cecília Dias @ Hi-Lo Management
Maquiagem
Ianarã Bernardino & Amelice Furini
Assistentes de Produção
Amelice Furini
Tratamento de imagem
Lucas Haddad
Edição e Diagramação
Ianarã Bernardino
Agradecimentos
Helo Rocha Afonso Pena, May, Carratu Publicidade

Editorial-Hécate1 Editorial-Hécate2 Editorial-Hécate3 Editorial-Hécate4 Editorial-Hécate5 Editorial-Hécate6 Editorial-Hécate7