5 músicas para o “lypsinc for your life”

5-músicas-para-o-lypsinc-for-your-life

Admito que sempre tive preguicinha de RuPaul’s Drag Race. Passei seis temporadas ignorando completamente o reality show. Quando vi pela interwebs que iam lançar a sétima logo pensei “o negócio deve ser bom, pra chegar até aí…”, então comecei a acompanhar os novos episódios e tive que admitir: é viciante! Por isso, quando vi o meme do mês de maio sugerido pelo Rotaroots eu tinha que postar.

E se minha vida dependesse de um lypsinc, que nada mais é do que uma dublagem performática feita pelas drag queens, qual seriam as músicas escolhidas? Talvez essa seja uma das perguntas mais difíceis a se fazer, ainda mais para um agora fã do reality. Como escolher apenas cinco dentre tantas músicas incríveis? Bom, a escolha foi bem intuitiva e talvez daqui a algumas horas eu já tenha mudado de ideia, mas o post tem que ficar pronto, né?

I Have Nothing – Whitney Houston

Pra começar, a diva das divas. Mesmo o mundo se curvando diante da emblemática I Will Always Love You, é em I Have Nothing que está todo o poder de Whitney Houston. Digo sem nenhum pudor que essa é a melhor música de sua carreira. E uma das músicas que faz parte do filme O Guarda-Costas, que ficou famoso por marcar a estréia de Houston nos cinemas. É emoção demais, Brasil!

Pero Me Acuerdo de Ti – Christina Aguilera

Para que o público não fique entediado, temos sempre que ter um segredinho na manga e, para fugir das canções  americanas, que tal uma em espanhol? Pero Me Acuerdo de Ti foi single do segundo álbum de Christina Aguilera, Mi Reflejo,  único de sua carreira completamente em espanhol até agora.  A música é uma regravação da cantora porto-riquenha Lourdes Robles e, assim como I Will Always Love You, ficou mais famosa na sua versão regravada.  É daquelas baladas que você chora de verdade e impressiona os jurados com a sua interpretação.

Continue lendo 5 músicas para o “lypsinc for your life”

A moda é cíclica…

…e a vida também! Depois de finalizar meu curso no final do ano passado (agora sou designer! 😀 ) comecei a perceber que muitos ciclos da minha vida estavam finalizando e novos se iniciando, e nada melhor do que novidades para iniciar um novo ciclo com o pé direito, não é mesmo?

Havia programado lançar o novo layout do blog no dia 2 de maio, que é o dia em que este que vos escreve veio ao mundo, porém minha vida anda tão doida que eu não tive tempo de finalizar tudo e, como perfeccionista que sou, queria tudo exatamente como eu havia planejado. Sendo bem honesto, ainda não está 100% como eu quero, porém a vontade de postar é maior e, portanto, resolvi começar a atualizar mesmo sem ter terminado os ajustes.

See-Sasha-Pivovarova-Get-Hippy-Free-People-May-Campaign
Quer tendência mais cíclica do que o boho 70’s? | Sasha Pivovarova para Free People Verão 2011

Espero que vocês gostem dessa nova fase, estou planejando várias coisas novas para esse espacinho virtual. Quero deixar meu “valeu, muito obrigado” #valeskismos para a Nary, do Chat Feminino, que me deu a maior força na hora de mudar do Blogger para o WordPress, e a todo mundo do Rotaroots que também me esclareceu bastante coisa.

Por fim, quero agradecer especialmente a todos os leitores que acompanham o blog: é por saber que há alguém que lê o que eu escrevo que me dá forças para continuar. Muito obrigado!

Filipe Catto – Adoração

Já indiquei o Filipe Catto como um dos 5 cantores brasileiros que você precisa ouvir e sou fã desde que ouvi o EP Saga, lançado de forma independente na internet em 2009. A partir daí ele começou a chamar atenção para o seu trabalho e conseguiu gravar seu primeiro álbum de estúdio em 2011, intitulado Fôlego, e em 2013 o CD e DVD Entre Cabelos, Olhos e Furacões, gravado ao vivo no auditório do Ibirapuera, em São Paulo. Acho que já rola um álbum novo, né?
De qualquer modo, uma das minhas faixas preferidas dele (junto com Redoma) é Adoração. E, detalhista como sou, sou obcecado pela versão do EP que, além de possuir instrumental e vocal levemente diferentes da gravação do CD, tem uma pequena alteração na letra que, pra mim, fez bastante diferença. Enfim, é daquelas músicas que nunca enjoam a gente…  

Moda, música e estilo de vida sem obviedades.